Au Pair,

Quinquagésima Semana: Cherry Blossom Parade

07:15:00 Fernanda Gumz 0 Comments

A primavera definitivamente chegou, pássaros cantando, as flores desabrochando, coisa mais linda. E para comemorar essa chegada, nada como ir para DC e ver as flores lindas que há por lá. Para dar boas vindas as Cherry Blossoms, a DC events organiza uma parada (desfile) com danças, balões (eram os meus preferidos) e muitas outras atrações como entretenimento para o pessoal que vai para DC ver essas lindezas. DC fica lotadérrima de gente, é sério, fica muito cheio, todo mundo resolver ir para lá para conhecer as famosas flores. Seja vendo o desfile, batendo foto das flores, ou ainda tomando um solzinho e fazendo picnic na companhia das árvores floridas. 
história das Cerejeiras de Washington remonta há quase um século, quando a cidade recebeu em 1912 as primeiras mudas de Cerejeiras de presente da cidade de Tóquio para celebrar a então crescente amizade entre os EUA e o Império do Japão.Em uma cerimônia simples no dia 27 de Março de 1912, a primeira-dama Helen Herron Taft e Viscondessa Chinda, esposa do então embaixador do Japão nos EUA, plantaram simbolicamente as duas primeiras árvores do Japão no Tidal Basin na margem norte da baia do Rio PotomacEm 1935 ocorria pela primeira vez na história o festival nacional da floração das cerejeiras “National Cherry Blossom Festival”. Veio a Segunda Guerra Mundial, a relação amistosa entre os dois países se complicaram culminando com o lançamento das bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki. O Japão assina sua rendição incondicional e com o passar do tempo as relações voltam a ficar mais amistosas. A ponto de em 1965 a então Primeira-dama Lady Bird Johnson aceitar mais 3.800 mudas da árvores oriundas do Japão. No entanto em 1981, um fato curioso, horticultores japoneses receberam mudas de árvores produzidas a partir de estacas colhidas em Washington para substituir algumas árvores do palácio Real Japonês que haviam sido destruídas em uma enchente em Tokyo no Japão. Podemos até dizer que as Cerejeiras de Washington serviram como uma espécie de Banco de Germoplasma. Visto que estas eram as únicas mudas clonais reconhecidamente produzidas com estacas das árvores destruídas. Desde 1994 o Festival foi ampliado para duas semanas, e hoje acomoda um cronograma com diversas artísticas e culturais durante toda a Floração das Árvores, onde  turistas são literalmente compelidos a aproveitar a programação cultural e de quebra admirar as cerejeiras emoldurando os monumentos da capital norte americana.
A verdade é que eu acabei dando uma estressadinha com tudo isso e eu vou usar para deixar essa dica para vocês. O que aconteceu foi o seguinte, lá em março eu vi que esse desfile ia acontecer, e fiquei super empolada, mas vi que tinha que comprar tickets para assistir e, como eu estou indo embora em poucos dias, queria aproveitar ao máximo tudo o que DC e redondezas tem a me oferecer até então. Foi aí que eu resolvi comprar os tickets porque eu achei que assim que deveria ser. Paguei 24 dólares e quando eu cheguei lá, descobri que não precisava pagar. O ticket comprado era para sentar nas arquibancadas (super apertadas por sinal), porém, tinham inúmeros outros lugares na rua para sentar e assistir o desfile bem de boa. E ainda, depois de ter pagado tudo isso, o desfile não valeu o valor. É legal? é , mas não valia 24 dólares. É legal porque é algo curtiram e é fofo e tudo mais, mas é um desfile. E a parte que eu mais gostei foi dos balões. Eu acabei saindo de lá antes mesmo de terminar, porque estava ventando, eu estava sentada na sombra, porque o número do meu lugar era justamente onde não tinha sol. Ou seja, estava meio chatinha, e frio, saí de lá na metade e fui ver as cerejeiras e ficar no sol me esquentando. Olhem só o resultado:




















































































































 That's all folks... See you next week!!! ;*




You Might Also Like

0 comentários: