dezembro

WishList de Natal.

08:26:00 Fernanda Gumz 0 Comments

Olá meninas! Tudo bem com vocês?
Abaixo fotos da minha Wishlist de dezembro! Será que eu vou completá-la?
Blusinha branca com renda nas costas

Saia Longa com Fenda
Carteira com bastante divisória
Colar super cute




                       Secador de Cabelo Deva Curl Devasun Dryer



Vestido Longo

Gostaram da minha wishlist? O que vocês estão querendo para dezembro?


0 comentários:

Au Pair,

Vídeo

19:03:00 Fernanda Gumz 0 Comments

Olá Meninas e Meninos!!! Au Pairianos e Au Pairianas... Tudo bem com vocês? Chegou o dia que eu vou postar, para vocês conferirem, o meu tão esperado e sofrido vídeo... É... meu tão humilde vídeo...

Desconsiderem my English Mistakes, eu não sou muito boa, e como já disse em um dos posts, esse é um dos motivos por eu optar ser Au Pair, To Improve My English ^^ (Alguns erros eu percebi depois que já tinha montado tudo, e a preguiça de refazer foi maior, Sorry :( mas acho que não são erros tããão graves assim. Yap?! (pausa para o "yap" hahah yap? fala sério!)
O post é curto mesmo, pois o principal é o vídeo ok?
Conferiu o vídeo? Comenta!!
Adoro as ideias que as(os) meninas(os) compartilham aqui comigo...

Um grande beijo a todos(as)
xD
Até o próximo poooost.
Byeee  ;*

0 comentários:

Au Pair,

iTEP

19:00:00 Fernanda Gumz 0 Comments

Hello Everyone!!!!
Hoje o post é sobre o iTEP.
O teste que mais dá o que falar, o teste que arranca lágrimas, sorrisos e dias de muito estudo...
Gente, o teste não é o pior teste do mundo e nem um bicho de sete cabeças, mas, dependo do seu inglês, ele exige sim bastante estudo e dedicação. Principamente no que diz respeito ao Listening, se você não tem o ouvido muito bem treinado, a hora de treiná-lo é agora!  
No teste, as covesações não são rápidas e, acredito que, não chegam nem perto do que vamos ouvir nos EUA. Eles falam devagar e claramente, nesse caso preste bem atenção é anote tudo o que puder no caderninho que sua agente te disponibilizar, principalmente nas conversas de mais de 3min, caso contrário você pode acabar esquecendo ok?!

Na minha opinião o que me prejudicou foi a parte do speaking.
Motivos:
1. Um pouco de vergonha na hora de falar perto das pessoas que estavam na agência;
2. Não saber direito nem o que responder em Português;
3. Pouco tempo para bolar uma boa resposta (30 a 45 segundos dependendo da pergunta);

Bem, acho que é isso, de dicas o que eu tenho para colocar para vocês é:
1. Esqueçam que tem mais gente por perto, não façam como eu;
2. Estudem! Estudar ajuda, e muito.
3. Anotem, anotem tudo o que puderem, vai facilitar na hora de responder as questions.


Espero ter ajudado,
Qualquer dúvida estamos aí para o que der e vier haha
Beijões ;*

0 comentários:

Au Pair,

Host Family Letter.

12:05:00 Fernanda Gumz 0 Comments


Olá pessoas, tudo bem? Como prometido no meu último post, hoje eu vou falar um pouquinho da carta para a Host Family, principalmente da minha. ^^ 
Vamos lá?

0 comentários:

App,

Alguém já ficou 'empacada' no Application?

10:54:00 Fernanda Gumz 0 Comments


Se alguma de vocês disser que nunca nunquinha ficou empacada na hora de preencher o application eu vou achar que vocês estão querendo me enganar. :P
Já vi váárias futuras Au Pairs que se atrapalham em preencher algumas coisinhas no Application e eu vou dar algumas dicas do que eu acho que poderia traser dúvidas. E como eu já estou terminando o meu (só falta anexar os documentos necessários) acho que posso ajudar a tirar dúvidas de quem ainda está com alguma e não está conseguindo achar quem as tire. Vamos ao post?

0 comentários:

Au Pair,

Casais precisam ficar atentos ao que falam com e perto dos filhos.

07:41:00 Fernanda Gumz 0 Comments



Antigamente as crianças dormiam cedo, comiam separado e quando se intrometiam na conversa dos adultos ouviam: "Isso não é assunto de criança". Os papéis era difinidos e os pais não tinham tantas dúvidas. Mas o que acontece hoje? Porque existe tanta dificuldade por parte dos pais no quesito: 'o que eu devo e o que eu não devo falar para os meus filhos? Com qual idade eu posso falar e qual idade que eu não posso falar?'
Para saber e entender um pouquinho mais do que está acontecendo basta darmos uma lidinha no que diz Leniza Castello Branco sobre o assunto.

0 comentários:

Au Pair: Decisão Tomada!

13:21:00 Fernanda Gumz 0 Comments


Hello!!

Meninas, depois de "anos" haha, voltei, e dessa vez com a decisão tomada pra valer!! Sem aquela enrolação de antes, sorry, mas eu preferi ter certeza mesmo do que acabar correndo o risco de trocar os pés pelas mãos... E, depois de muito tempo, tenho certeza de que eu tomei a decisão certa...

0 comentários:

Au Pair

Au Pair: Qual Agência Escolher?

11:35:00 Fernanda Gumz 1 Comments

Se você acompanha meu blog deve saber que minha história como Au Pair está mais enrolada do que novelo de lã.
O motivo de toda essa enrolação foi porque eu comecei a ouvir falarem muito bem de uma agência chamada Experimento, como sabem eu estava decidida a ir com a Cultural Care, aí decidi pesquisar mais a fundo e fui na sede deles em Curitiba.
Resultado:

1 comentários:

Amor,

É amor mesmo?

17:20:00 Fernanda Gumz 0 Comments

Olá pessoas, tudo bem?
Estou pensando em escrever, mais uma vez, sobre o amor. O que acham de falarmos sobre esse sentimento tão presente na vida da gente mas ao mesmo tempo tão misterioso.
Alguém sabe definir amor? Alguém sabe descrever o que se sente quando se ama?

0 comentários:

Au Pair,

11 dias depois...

15:47:00 Fernanda Gumz 0 Comments

AAAHHHHHH...
Vorti meninas, Vorti!!
haha

Confesso que odeio ficar muitos dias sem postar mas dessa vez eu não tive escolha, é tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo que eu nem sei por onde começar, mas acho sempre bom começar pelo começo né?

0 comentários:

App,

Au Pair: App Inativo.

14:44:00 Fernanda Gumz 0 Comments

Hello Girls,
E aí, tudo bem com vocês?

Hoje o post é, mais uma vez, sobre o app, só que dessa vez não para explicar como ele funciona, e sim para explicar porque, as vezes, acontece de ele NÃO funcionar, ou seja, ficar inativo. Não sei se isso já aconteceu com vocês ou não, mas comigo foi assim:

0 comentários:

Amor,

Amor à 50ª vista!

08:37:00 Fernanda Gumz 0 Comments

O assunto de hoje pode ser dolorido para alguns e nem tanto para outros. A verdade é que eu não venho aqui para contar nenhum conto de fadas, e vocês vão entender porque já já.

Quem já passou por aquelas paixonites infantis e foi surpreendido pelo "namoradinho" com aquela pergunta um tanto quanto assustadora: "Você me ama?" Tipo aquela coisa meio "ABC do amor".
E você, na maior inocência respondeu: "Eu te amo se você me ama". Tanta inocência e, ao mesmo tempo, tão... Espontâneo, não é mesmo? 
O que acontece é que, as crianças, quando dão esta resposta, estão sendo nada mais nada menos do que  sinceras, coisa que, no mundo adulto, seria um absurdo se alguém respondesse assim, porém, sinto em lhes dizer, essa é a mais pura verdade.

0 comentários:

Au Pair,

O que não se deve falar para uma criança!

13:08:00 Fernanda Gumz 0 Comments


Pediatra lista 10 coisas que não devemos falar para as crianças, pois isso poderá influenciar (e muito) na personalidade delas.


0 comentários:

Au Pair,

Meu Inglês está sumindo! E agora?

14:33:00 Fernanda Gumz 1 Comments

Hello everyone!!!
Hoje eu vou falar um pouquinho sobre um assunto que eu acho que todos, pelo menos todos os que fizeram anos de curso de inglês, temem que aconteça: Esquecer tudo o que aprendeu, ou, pelo menos, boa parte.
Eu fiz quatro anos de inglês e sempre achei que nunca ia esquecer vocabulário nem nada, já que vivo escutando músicas em Inglês, vendo filmes, seriados etc. Mas não foi bem assim...
Me dei conta de que estava perdendo boa parte do meu inglês quando meu namorado decidiu fazer curso e "tirar" todas suas dúvidas comigo, mas por que o tirar entre aspas? Porque boa parte das dúvidas dele eu NÃO conseguia tirar... Foi aí que eu me desesperei!!!
Como assim eu fiz quatro anos de curso e não estou conseguindo ajudá-o? OMG!!!

1 comentários:

Dicas

RESPEITO É BOM E TODO MUNDO GOSTA!

17:00:00 Fernanda Gumz 0 Comments


Você já deve ter escutado essa frase em algum momento da sua vida, porém, provavelmente, em uma versão um pouco mais egocêntrica.
Alguns parceiros/cônjuges/namorados, como queiram (tanto homens quanto mulheres ok?) parecem estar esquecendo que quando falamos em casamento ou algum tipo de relação, não estamos só nos 'casando' (vou usar esse termo para me referir à união entre duas pessoas, tudo bem?) com a pessoa que amamos, mas também com os pais, com os irmãos e todo o resto da família que vêm de brinde...

0 comentários:

Au Pair

Au Pair: Onde morar.

09:58:00 Fernanda Gumz 0 Comments

Olá meninas, tudo bem?
No post de hoje vou falar sobre um assunto que está me deixando um tanto quanto maluca já.


Onde morar?


0 comentários:

Dicas

15 Coisas que você deveria abandonar para ser Feliz

16:54:00 Fernanda Gumz 0 Comments

1. Desista da sua necessidade de estar sempre certo. 

Há tantos de nós que não conseguem suportar a ideia de estarmos errados, querendo sempre estar certos, mesmo sob o risco de terminar grandes relacionamentos ou causar um grande nível de estresse e dor, para nós e para outros.
Isso não vale a pena. Quando você sentir a necessidade “urgente” de entrar em uma briga sobre quem está certo e quem está errado, pergunte a si mesmo o seguinte:
“Eu preferiria ser a pessoa certa ou a pessoa gentil? Que diferença isso vai fazer? O meu ego é realmente grande desse jeito?”


2. Desista da sua necessidade de controle


Esteja disposto a desistir da sua necessidade de sempre controlar tudo que acontece a você e em volta de você – situações, pessoas, eventos etc.
Seja com seus amados, colegas de trabalho ou somente estranhos que você encontra na rua – apenas permita-os ser.
Permita que tudo e todos sejam como eles são e você verá o quão melhor isso vai fazer você se sentir.
“Ao se desapegar, tudo se torna realizado. O mundo é vencido por aqueles que se desapegam. Quando você tenta e tenta, o mundo se torna mais do que vencer.” (Lao Tzu)


3. Desista da culpa


Desista da sua necessidade para culpar outros pelo que você tem ou não tem, pelo que você sente ou não sente.
Pare de dar seus poderes para outros e comece a assumir as responsabilidades da sua própria vida.


4. Desista da sua conversa interior derrotista


Oh, meu Deus! Quantas pessoas estão machucando a elas mesmas por causa das suas mentalidades negativas, poluídas e repetitivas?
Não acredite em tudo que sua mente está lhe dizendo – especialmente se é negativista e auto-destrutiva.
Porque você é melhor do que tudo isso.
A mente é um instrumento supremo se usada corretamente. Usada de maneira errada, no entanto, ela se torna muito destrutiva.” – Eckhart Tolle


5. Desista das suas crenças limitantes


Sobre aquilo que você pensa que pode ou não pode fazer, sobre o que é possível ou impossível.
De agora em diante, você não mais irá permitir que suas crenças limitantes mantenham você paralisado no lugar errado.
Abra suas asas e voe!
Uma crença não é uma ideia presa pela mente, ela é uma ideia que prende a mente. – Elly Roselle.


6. Desista de reclamar


Desista da sua necessidade de reclamar sobre aquelas muitas, muitas e muuuuuitas coisas – pessoas, situações, eventos que lhe fazem infeliz, triste e deprimido.
Ninguém pode fazer você infeliz, nenhuma situação pode fazer você triste ou miserável a não ser que você permita que isso aconteça.
Não é a situação que dispara aqueles sentimentos em você, mas sim como você escolhe olhar para tudo aquilo.
Nunca subestime o poder do pensamento positivo.


7. Desista da luxúria das críticas


Abandone sua necessidade de criticar coisas, eventos ou pessoas que são diferentes de você.
Nós somos todos diferentes, e mesmo assim somos iguais.
Todos nós queremos ser felizes, todos nós queremos amar e sermos amados e todos nós queremos ser compreendidos.
Todos nós queremos algo, e algo que é desejado por todos nós.


8. Desista da sua necessidade de impressionar os outros


Pare de pensar tão seriamente em ser ago que você não é somente pra fazer os outros gostarem de você.
Isso não funciona desse jeito. No momento que você pára de tentar tão seriamente ser algo que você não é, no momento que você tira todas as suas máscaras, no momento que você aceita e abraça seu eu verdadeiro, você descobrirá as pessoas sendo atraídas por você, sem esforço algum.


9. Abandone a sua resistência à mudança


Mudar é bom.
Mudar irá lhe ajudar a ir de A a B. Mudar irá ajudar você a fazer melhorias em sua vida e também na vida de pessoas à sua volta. Siga seu destino, e abrace a mudança – não resista a ela.
“Siga o seu destino e o universo irá abrir portas para você onde antes só haviam muros.” – Joseph Campbell


10. Desista das etiquetas


Pare de etiquetar coisas, pessoas ou eventos que você não entende. Pare de chamá-los “estranhos” ou “diferentes”. Tente abrir sua mente, pouco a pouco.
As mentes só funcionam quanto estão abertas.
“A mais alta forma de ignorância é quando você rejeita algo sobre o qual você não sabe nada sobre.” – Wayne Dyer


11. Desista dos seus medos


Medo é só uma ilusão. Ele não existe – você o criou. Está tudo na sua mente. Corrija o seu interior e tudo no seu exterior irá se encaixar.
“A única coisa que nós temos que temer é o próprio medo.” – Franklin D. Roosevelt.


12. Desista das suas desculpas


Coloque-as em um pacote e diga a elas que elas estão despedidas.
Você não mais precisa delas. Um monte de vezes nós limitamos a nós mesmos por causa das muitas desculpas que nós usamos.
Ao invés de crescer e trabalhar em melhorar nós mesmos e nossas vidas, nós nos tornamos presos, mentindo para nós mesmos, usando todos os tipos de desculpas – desculpas que 99,9% das vezes não são nem reais.


13. Desista do seu passado


Eu sei, eu sei. É difícil. Especialmente quando o passado parece tão melhor do que o presente – e o futuro parece tão assustador.
Você deve levar em conta o fato de que o momento presente é tudo o que você tem e tudo que você irá ter na vida.
O passado que você agora está buscando reviver – o passado com o qual você ainda sonha – foi ignorado por você quando ele era presente.
Pare de se iludir.
Esteja presente em tudo que você faz, e aproveite a vida.
Afinal, a vida é uma jornada, não um destino. Tenha uma visão clara do futuro. Prepare a si mesmo, mas sempre esteja presente no seu agora.


14. Desista do apego


Este é um conceito que, para a maioria de nós, é tão difícil de compreender e eu tenho que dizer a você que isso era complicado pra mim, também.
E ainda é… Mas não é mais algo impossível.
Você fica melhor e melhor nisso com tempo e prática. No momento em que você desliga a si mesmo de todas as coisas, você se torna muito mais cheio de paz, tão tolerante, tão gentil e tão sereno…
Isso não significa que você não dê o seu amor para estas coisas – porque amor e apego não têm nada a ver um com o outro. Apego vem de um lugar de medo, enquanto amor… Bem, amor real é puro, gentil e sem ego. Onde há amor não pode haver medo, e por causa disso, apego e amor não coexistem.
Livrando-se do apego, você chegará em um lugar onde você será capaz de entender todas as coisas sem tentar.
Um estado além das palavras.


15. Desista de viver sua vida através das expectativas de outras pessoas


Muitas pessoas estão vivendo uma vida que não é a vida delas.
Elas vivem vidas de acordo com o que os outros pensam que é melhor para elas, elas vivem suas vidas de acordo com o que seus pais pensam que é melhor, pelo que seus amigos pensam, seus inimigos, professores, governo e até do que a mídia pensa que é melhor para elas.
Elas ignoram suas vozes interiores, aquele chamado interno. Essas pessoas estão tão ocupadas em procurar agradar a todo mundo, preocupadas em atender as expectativas de outros, que elas perdem o controle de suas próprias vidas.
Elas esquecem o que as torna felizes, o que elas querem, o que elas precisam… E, eventualmente, elas esquecem delas próprias.
Você tem uma vida – essa aqui, agora – e você precisa vivê-la, apropriar-se dela e, especialmente, não deixar que a opinião de outras pessoas distraiam você do seu caminho.
E quem não quer ser ainda mais feliz na vida? Se você quiser ter de volta muito mais das suas boas emoções, utilize este teste de equilíbrio emocional que nós desenhamos especialmente para lhe ajudar a criar a partir de hoje uma vida muito mais realizada.

Esse texto eu encontrei em: Espalhe o Amor, achei bem bacana e resolvi compartilhar aqui. 
Que tal tentarmos?

0 comentários:

Au Pair

APP cULTURAL CARE

14:49:00 Fernanda Gumz 0 Comments

Olá pessoal!
No post de hoje eu vou falar um pouco sobre o Au Pair Application, também conhecido como app, que é a abreviação de Application.

Já vi muitos blogs falando que preencher o app é horrível, cansativo e que ninguém merece. Mas não, pelo menos para mim não. Eu não tive grandes problemas em preenche-lo.  E sim, ele realmente é super longo, é como um currículo super estruturado para saber praticamente TUDO sobre você. Então vai aí a minha opinião: se seu inglês não for lá aquelas coisas, vai ser bem mais cansativo, com certeza, porque você terá que ficar revisando seu inglês toda hora. Mããããs... mesmo eu precisando dar uma revisada no meu inglês de vez em quando, eu não achei assim tããão ruim. Isso vai depender do seu nível de paciência.
E se você ainda não passou por esse processo e está querendo saber logo como é, aí está o modelo do app da CC para matar a curiosidade de vocês girls ;D


E como eu já coloquei no post anterior, Au Pair: Referências, você só terá acesso a esse app depois de participar da palestra informativa.
Como podem ver, no meu só falta as referências, que vou ter que esperar a pessoa que vai preencher para mim chegar de viagem em setembro, então vai demorar um pouquinho.

Kisses and Hugs.

Ah! Mais uma informação: eu demorei aproximadamente duas semana para preencher o meu, isso porque eu preenchia um pouco e parava, continuava no outro dia, ou ainda depois de dois dias, dependia da minha disponibilidade de tempo. Eu fui na palestra informativa dia 22 de jun, e recebi o link por e-mail dia 25 de jun.

Agora sim,
Kisses and Hugs ;D

0 comentários:

Au Pair,

Au Pair: Referências

15:13:00 Fernanda Gumz 0 Comments

Se você busca ser uma Au Pair, deve saber que, antes de tudo, você precisa ter experiências com crianças, e isso precisa ser comprovado com referências. Referências as quais serão preenchidas em um formulário, descritas e assinadas pela pessoa que acompanhou/supervisionou seu trabalho.
Se você não tem experiências e quer ser uma Au Pair, está na hora de correr atrás, pois essas referências são indispensáveis!


Mas como funciona?
Cada agência de Au Pair deve ter seus métodos. Como eu estou fazendo meu cadastro pela Cultural Care (CC) eu vou explicar como funciona o processo deles!

Depois de participar de uma palestra informativa, a CC te encaminha um e-mail passando um link específico para que você se cadastre no site deles, mas isso só depois da palestra, que é o primeiro passo para se tornar Au Pair. Depois de clicar no link você cairá em uma página que contém o Au Pair Aplication, com 6 passos para preenchimento:
1. About me
2. My Au Pair year
3. My qualifications
4. My photos
5. Health Information
6. Other Documents (Aqui você vai colocar suas referências)

Dentro do item 6 contém:
- Host Family Letter
- References

Se a pessoa que vai passar suas referências não falar inglês você tem a opção de imprimir um questionário em Português que, depois de pronto e assinado, deverá ser traduzido pro inglês, por isso eles disponibilizam dois, um em português e um em inglês. 



Depois do formulário em português preenchido, assinado e passado para o inglês você entrega à CC. E prontinho! Sua referência está pronta, simples não é mesmo?

Agora se a pessoa que for fazer a sua referência tiver e-mail e souber inglês, você pode cadastrar o e-mail dela no tópico das referências que a CC envia um e-mail a ela para que ela preencha tudo em inglês mesmo.

Quanto a isso, vai do que você acha melhor, e da disponibilidade da pessoa.
Eu optei por imprimir o formulário em português para depois traduzi-lo, achei mais acessível.

Mas lembre-se: As respostas preenchidas na referência devem bater com o que você colocou no tópico My Qualifications - Work Experience, caso contrário fica chato os Hosts lerem uma informação em um e outra  informação em outro.

Espero ter ajudado.
Kisses and Hugs.






0 comentários:

Dicas

Indiretas

12:42:00 Fernanda Gumz 0 Comments


Eu não tenho nada contra às pessoas usarem a internet e as redes sociais para expressar suas indignações, acho que isso pode até ser interessantes em alguns casos. Casos esses, os quais você não tem qualquer contato com a pessoa, e que seria praticamente impossível colocar sua opinião cara a cara, pessoas famosas, as atitudes do Ronaldo p.ex. 
Ou então quando você já conversou com a pessoa cara a cara e não teve jeito. Nada mudou, nada resolveu, mas pelo menos você tentou, conversou, e colocou seu ponto de vista. 
Ou ainda aquelas frases que fazer você pensar mas que no fundo não dizem respeito a ninguém. 
Mas pessoas, vamos ter bom senso... Indiretas as quais não se tem nem a capacidade de propor antes uma conversa com a pessoa para esclarecer as coisas, mas se tem a coragem de se referir a uma atitude para que todos saibam antes mesmo da pessoa a qual está se referindo saiba. Me poupe, é um tanto quanto indigno não acham? Ainda mais se a pessoa for próxima a você, desgasta o relacionamento esse tipo de atitude gente, procure sempre uma boa conversa antes de se achar no direito de "desabafar" seus incômodos com as atitudes alheias. A gente nunca sabe o que tem por trás de cada atitude. Falo isso por experiência própria.
Ta aí a dica,
e se tiver difícil, procure um(a) psicólogo(a) ele(a) pode de ajudar. ;D

Mas sempre vai ter alguém que vai achar que o que você escreve é um indireta... ;T Triste fim... Estaria eu me contradizendo?? Cada um com sua consciência... haha E como diria minha querida amiga Emy, besitos!


0 comentários:

Dicas

Cada comportamento uma resposta a altura!

11:40:00 Fernanda Gumz 0 Comments

Procure, além de olhar só para comportamento dos outros, olhar um pouquinho para si, e perceber o que você está emitindo para estar tendo esse tipo de resposta. Porque as pessoas podem sim ser a mais carinhosa e a mais amorosa, mas mais do que isso, elas tem sentimentos e sabem se valorizar, e se você não faz questão e não as tem como prioridade, não ache que as pessoas farão questão de você!

0 comentários:

Au Pair

Au Pair: Ser ou não ser, eis a questão.

07:05:00 Fernanda Gumz 0 Comments

Nessas últimas duas semanas estou com uma dúvida que não quer calar.
Vou ou não vou para os E.U.A. trabalhar como Au Pair?
Deixar ou não tudo aqui para me ficar com quem eu nem conheço.
E o salário? Dá para ser feliz com 195,75 dólares por semana?



E querem saber o que maaais me deixa preocupara? O fato de eu ter acabado de me formar. E os "e se's" aparecem:
- E se eu chegar de volta ao Brasil desatualizada?
- E se eu esquecer tudo o que aprendi?
- E se eu não conseguir um emprego quando eu voltar?
- E se eu ficar esquecida por aqui? (esquecida não no sentido de perder a memória tá gente? mas no sentido de as pessoas não lembrar da profissional que sou)

E aí? Rolda ou não Rola ser uma Au Pair por um ano?

O que eu fiz com essa(s) dúvida(s)?
Primeiro eu entrei em um grupo no facebook chamado Au Pair Cultural Care.
E lá interagi com as meninas tirando minhas dúvidas, o grupo é bem bacana e uma está sempre ajudando a outra e contando suas experiências. Foi aí que me abriu um pouquinho mais a minha mente:

1. As meninas colocaram que a experiência é realmente incrível! Cada Au Pair é diferente claro, mas sempre dá para tirar vários aprendizados com isso;
2. Faça o que tem vontade hoje, sem essa de ficar prevendo o futuro: Verdade, quer saber? para que ficar adiando o que temos vontade de fazer por um medo que nem sabemos se vai ou não ser real? Minha psicóloga fala que isso são filminhos.
3. Uma das meninas falou que tem uma agência chamada Experimento, e que lá tem programas de estudos voltados para Psicólogos. Fui dar uma pesquisada mas na verdade é para formados em Pedagogia. Então, meio que fail nesse caso.
4. O Salário: Claro que não o melhor salário que existe, ainda mais quando se trata de ir para um lugar onde o consumismo é muito presente. Mas e aí dá ou não dá para ser feliz? Eu não sei. Mas me disseram que Dá, se souber administrar. Meninas que com 4 meses de Au Pair já viajaram para Arizona, Las Vegas e Califórnia, e ainda vai a restaurantes e está fazendo o guarda roupa nos EUA mesmo.

MAS SERÁ?
Só experienciando para saber não é mesmo?
O jeito é eu me inscrever e dar a cara pra bater. Vamos então e ver no que isso vai resultar

Kisses and Hugs Girls.


0 comentários:

Bloggeira Novata

Voltando às Publicações

20:07:00 Fernanda Gumz 0 Comments

Estoy aqui de novo, mas por uma causa nobre e desesperadora.
Há alguns minutinhos liberei um post teste para que eu pudesse ver se as fotos que eu colocquei apareciam já na página inicial. Coloquei umas duas fotos minhas e mandei ver.
Está em tamanho médio, mas pelo menos apareceu. Eu não sei qual o segredo, só sei que deu.
Assim, cheguei à conclusão de que, para as fotos aparecerem na página inicial do blog, só se o template tiver boa vontade.
O jeito é ir postando e esperar para ver qual é a do Blog, se ele vai colaborar ou não.

Kisses and Hugs
Amanhã, só que hoje, eu posto alguma coisa sobre ser ou não ser Au Pair, minha maior dúvida no momento.

0 comentários:

Bloggeira Novata

Pegando o Jeito

11:12:00 Fernanda Gumz 0 Comments

Ahhhhh.... gente eu estou In Love com esse Template do Blogger...
Eu tinha visto um Blogger que era assim e já tinha gostado. Agora deixei do meu jeito.

E sim eu estou postando no mesmo dia que o primeiro post que eu fiz há uma horinha.
Eu achei que eu nunca ia saber mexer nisso aqui, ou pelo menos demorar horas e horas para aprender. Mas não é que eu estou me saindo bem.




Mas é claro que eu também não estou aqui (2h depois do último post) somente para cantar vitória.
Este vale para eu saber se o blog está saindo e indo tudo nos conformes :D
Então aí vai mais um post para o andamento do meu tão esperado Blog.

Calma gente logo começo com os posts de verdade.
Não que esses não sejam de verdade mas vocês entenderam néam?

Kisses and Hugs


0 comentários: