De Repente 30

Dúvidas

07:38:00 Fernanda Gumz 0 Comments



Depois de um tempo eu aceitei mais a demissão, revi minhas amigas do ex trabalho, que amo por sinal, sempre me dão apoio e estão do meu lado. 
Mas os problemas, ah esses não me abandonaram, na verdade não chamarei de problemas mas de indecisões, gente que eu não entendo como eu posso ser uma pessoa tão indecisa na vida, eu fico me perguntando o que será do meu futuro se eu escolher fazer isso ou aquilo. Pra quê? Alguém me responde... Eu tenho muitas ideias na cabeça, muitas vontades, mas com essa indecisão toda acabo adiando tudo e não fazendo nada. Dou um passo ou dois para frente, mas depois eu fico parada, esperando algo acontecer, como se fosse uma resposta para todas as minhas perguntas, as quais me dirão qual caminho seguir. 

As vezes eu me desespero porque acho que essa resposta não chegará nunca. Mas e se? E se? E se? Por que esses e Se's me incomodam tanto? Porque eu fico colocando tanto "e seS"? por que eu simplesmente não decido e vou atrás do que eu quero e pronto? Seria isso coisa da idade? Quero dizer, quando somos mais novos não pensamos muito, com 25 anos acho que já sabemos que não dá para simplesmente ir e pronto, sem pensar no que vem depois. Se bem que eu acho que sempre foi assim, e isso está mais para algo da personalidade do que da idade. Concordam?
Rod disse que essa minha vontade de viajar e ir embora é para fugir dos meus "problemas", sei lá, tudo o que está acontecendo e quando digo tudo me refiro a: "Não ter um emprego, não ter dinheiro, não ter minha própria casa, não ser uma mulher bem sucedida, não, não, não, e mais um monte de nãos..." Porque sim, eu achava que com quase 30 26, eu seria/teria tudo isso, sou formada. Depois que nos formamos conquistar tudo isso não fica fácil? Pelo visto não. Sabe o que piora? Ver "inúmeros" jovens da minha idade, alguns até mais novos, tento tudo isso que eu sonhava ter com essa idade que eu não tenho. As vezes até me motiva, porque eu penso que se eles podem eu também posso. Mas na maior parte das vezes me põe para baixo, porque eu vejo que eu não conquistei tudo isso ainda. E nem tenho previsão. Aff... 
Mas voltando ao fato de viagem ser uma fuga, acho que não sabe, penso que seria uma solução momentânea, aí nessa hora cai a ficha... É uma solução momentânea que quero? Talvez seja uma fuga mesmo...
Alguém na minha idade passando por isso? A vezes chego até pensar que escolhi e profissão errada, que deveria ter feito algo que desse mais retorno (se é que me entendem). Pensei em fazer outra faculdade (nessa hora meu pai me mata). Mas de verdade que eu amo tanto essa profissão, "lidar" com o ser humano é tão maravilhoso e desafiador. Desafios me motivam, eu amo vencer um desafio. 
Empreender é um sonho na minha vida que eu quero muito realizar, mas não demora muito tá, actually isso só depende de mim. Meu problema é pensar nos outros, e fazer minha felicidade depender dos outros, preciso aprender a me completar sozinha, sem pensar em quer estará do meu lado que eu chegar "lá". Independente de quem seja, eu tenho que estar feliz, porque será minha conquista, meu sonho realizando. "Ai Fernanda seu egocentrismo está indo longe hoje hein?" Bom apesar dele espero que quem lê esteja me entendendo, porque estou indo da água para o vinho nos assuntos aqui. Enfim sigo meu coração, sigam ele vocês também. 
Até o próximo capítulo. 

You Might Also Like

0 comentários: